• Dia Mundial da Alimentação

    by  • October 16, 2012 • receita, Uncategorized • 0 Comments

    Isto dos “dias mundiais de…” sempre me fez alguma confusão. É como se abríssemos um parêntesis e dissemos a nós próprios “Agora é que é!”. Agora é que vou ser melhor no que faço, porque hoje é dia do professor, do médico, do canalizador, da costureira,”. “Agora vou passar a comer melhor, porque hoje é dia da alimentação.” Enfim…

    Mas saber deste dia trouxe-me uma memória de dias felizes que passei há algum tempo, quando pairei sobre terras helvéticas.
    Um dos sítios que visitei, foi o Alimentarium, em Vevey. Um museu onde podemos ver a evolução da alimentação até aos dias de hoje. E aí percebemos facilmente que estamos cada vez mais longe do que está mais perto.

    O pão é muitas vezes substituído por uma treta qualquer fatiada que vem embalada, porque não apetece acordar mais cedo para passar na padaria.

    (Mas também não sentimos o cheiro a pão quente logo pela manhã…)

    O copo de leite é substituído por sumos em pacotes que facilmente se levam na mão enquanto corremos para a escola.

    (E perdemos o pequeno-almoço onde a mesma mesa era partilhada…)

    O lanche, que oscilava entre um pão com marmelada, com mel ou queijo, um pacote de leite e uma peça de fruta, deixou de ser possível, porque a fruta não se mantém dentro do armário, intacta, como os pacotes de doces que anunciam ter leite e serem óptimos, cheios de vitaminas e blábláblá.

    (E perde-se a surpresa, à hora do lanche, de abrir o pão, ver o que tinha e tentar trocar…porque na verdade, os lanches passaram a ser todos iguais.)

    E quantas vezes saltamos o almoço com a promessa de um jantar reforçado, quando, na verdade, sabemos que vamos pegar no telefone e encomendar comida?…

    Não quero ser moralista, até porque me revejo nalgumas situações, uma vez por outra. O problema é quando isso se torna um hábito.

     Então hoje, porque é dia da alimentação, vamos fazer uma coisa diferente: nada de promessas de “Agora é que vai ser!”, para não ficarmos pelo caminho ao fim de algumas horas, ansiosos com as grandes mudanças.

    Só vou dizer-vos uma das coisas que comi hoje: pão de cereais com queijo fresco. Por cima, uma estrada de doce de limão onde se seguraram as amêndoas e os pistachos picados. E, quase sem pousar, algumas folhas de manjericão.

    Não tem doce de limão? Troque por mel, por geleia.

    Não tem pão de cereais? Troque por outro que tenha vindo das mãos de um padeiro, ou das suas.

    Não tem queijo fresco? Troque por requeijão, por queijo creme (com pouca matéria gora).

    Não tem amêndoas? Troque por nozes, avelãs, por pinhões.

    Vamos experimentar?… ;)

     

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *