• Já fui feliz aqui! #02

    by  • February 24, 2014 • Já fui feliz aqui! • 0 Comments

    O Porto é uma cidade velha, cheia de ruelas e travessas e becos. Muitos edifícios a cair e tinta a descascar em cada m2. O Porto é uma cidade assim: carregadinha de história! Cada fenda conta uma parte de tudo o que a cidade já viveu.

    A Rua dos Caldeireiros, perto da Rua dos Clérigos, é estreita, em paralelo, curva-contra-curva. Sempre a conheci pelas idas à Central da Borracha e à loja das máquinas de costura, que fica na sua periferia. De há uns tempos para cá o movimento na rua aumentou: voltei lá para ir à Sandeira (de que falarei um destes dias) e ao Miss’Opo, curiosa pela descrição que a Sofia tinha feito.
    image

    E não me arrependi! Prefiro ir durante a semana, ou ao Domingo à noite, porque está mais calmo e quase nunca exige reserva (aconselho a ligar sempre antes para saber se ah mesa ;) ). Mal entramos, habilitamo-nos a passar todo o tempo com a sensação de dejá vu: os naperons de crochet, os pratos lascados, os copos a dizer “Recordação da Batalha”, as cadeiras e as mesas, todas diferentes, marcos de uma época que, muitos de nós, não vivemos.
    image
    O conceito também me agrada: da lista, manuscrita diariamente, constam pratinhos e travessas para partilhar. Há pratos residentes, como os queijos, enchidos assados, azeitonas com mel e orégãos (entre outros) e pratos diferentes, disponíveis naquele dia. No Domingo éramos 3 e pedimos creme de legumes com parmesão, morcela assada, cocada de pescada, costeletão, salada bonita, cogumelos com espargos, azeitonas com mel e orégãos. Terminamos com café e tarte gelada de banana.

    Informação útil

    TER a DOM – 18 às 00h
    Café Bar – Rua dos Caldeireiros 100
    Guest House – Rua de Trás 49 (sim, também é uma guesthouse ;) )
    +351 222082179
    Preço médio: sem vinhos, costumamos gastar uma média de €15/pessoa (mas experimentamos muita coisa ;) )

    Já experimentaram? Conhecem? Eu já fui feliz lá!
    image

    Nota: opinião pessoal, livre de qualquer compromisso com os locais que vou referindo. São impressões, as mesmas que passo aos meus amigos.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *